segunda-feira, 18 de julho de 2022

Presidente do PT de Imperatriz e titular da Agemsul articula pré-candidatura de Cleyton Noleto atuando contra os interesses do Partido


Sem legitimidade e sem o mínimo de coerência política,  o presidente do diretório municipal do  PT de Imperatriz,  Jonas Alves, tenta sem sucesso coordenar os petistas Imperatrizense. Primeiro porque o mesmo é o titular da Agemsul, estatal do governo Brandão pra região tocantina, depois de criar uma guerra com o PCdoB desbancando o ex-titular da pasta que seria ligado ao deputado federal Márcio Jerry. Jonas Alves que foi o principal adjunto na pasta da infraestrutura  do Maranhão ocupada pelo ex-super secretário Clayton Noleto, hoje tem  nele Jonas o seu indicado a frente da pasta e o principal coordenador político de sua pré-canlmpanha a deputado federal. 


Esta posição fora do partido exercida por Jonas Alves, é incompatível para o presidente da legenda que tem uma pré-candidatura própria na cidade e vista como prioridade do partido dos trabalhadores do Maranhão e do movimento a que a mesma pertence, o Movimento dos Sem Terra (MST). Sua postura é impreendida dentro e fora do PT, na medida em que o mesmo mostra na prática a sua pretensão de construir a pré-candidatura do seu ex-chefe Clayton Noleto. Especula-se que o grupo liderado pelo ex-prefeito Jomar Fernandes, na qual Jonas Alves segue orientação,  trabalha para neutralizar o crescimento político da pré-candidatura de Vânia do MST e alguns movimentos inclusive para neutralizar o seu sucesso eleitoral, daí a motivação para uma ação organizada e focando os esforços para a eleição de Clayton Noleto filado ao PSB.


Para mostrar que o PT local, mantém um certo apoio à pré-candidatura de Vânia do MST, a mesma recebe o apoio de alguns membros da legenda, algumas destas figuram como integrantes no processo, que está sendo visto como mero formalismo. O ex-deputado estadual e atual secretário adjunto da Sagrima Valdinar Barros já demonstrou também a pretensão de apoiar Cleyton Noleto. Vânia do MST pontua como uma das possíveis surpresas desta eleição,  uma vez que seja concretizada a sua candidatura na convenção partidária, apesar de ter de enfrentar toda essa adversidade dentro do seu próprio partido, contra inclusive o seu presidente na torcida e trabalhando contra a sua pretensão política. Até o final do fechamento dessa matéria,  nossa equipe sondou outra distorção com relação ao PT de Imperatriz,  neste aspecto  recairá sobre o grupo jomarista que atua contra a pré-candidatura do vereador Aurélio Gomes que postula desejo de disputar uma cadeira no parlamento estadual, o que será tema pra outro dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!