terça-feira, 21 de junho de 2022

Após um mês, Ferry de 35 anos apresentado como "novo", segue parado na Ponta da Espera.

 Após quase um mês, que foi apresentado pelo governador-tampão Carlos Brandão, como "novo e de alto padrão", o Ferry José Humberto que tem 35 anos,  segue parado na Ponta da Espera.

Apesar de ter passado por uma maquiagem "reforma", o ferry segue sem poder fazer a travessia, por questão documental e estrutural.

A Marinha, órgão regulador de embarcações ,continua relutante em liberar o ferry por conta desses problemas.

A embarcação que operava no Pará, fazia travessia de rio, por conta disso não tem as condições e a potência necessária para  navegar nas águas profundas do Boqueirão.

Hoje o serviço segue sendo oferecido apenas por três embarcações da empresa Internacional Marítima, e as filas e a demora no embarque continuam provocando protestos pelos passageiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!