segunda-feira, 4 de abril de 2022

Miséria e Extrema-pobreza: Flávio Dino deve desculpas aos Sarney's

Antes de assumir o poder, Flávio Dino culpava os Sarney’s pela pobreza do Maranhão; ele sai deixando o estado na Extrema-pobreza

Indicadores do IBGE e ONU apontam que o Maranhão fracassou ainda mais sob o comando de Flávio Dino 

Antes de chegar ao poder, o comunosocialista Flávio Dino culpava os Sarney’s pelo atraso  e pela pobreza de 40 anos no Maranhão. O problema é que após 7 anos e 3 meses no poder, Dino deixou o Maranhão mais pobre do que era com os Miranteanos.

O Maranhão, sob o comando dos Sarney’s era o penúltimo estado do Brasil em IDH, segundo o IBGE e figurava entre os cinco últimos no mapa da fome pela ONU.

Com Flávio Dino no poder, tanto a ONU, quanto o IBGE REBAIXARAM o Maranhão, passando para a última posição dentre 27 estados, nos quesitos vulnerabilidade alimentar e Extrema-pobreza, ou seja, em apenas 7 anos e 3 meses, Dino conseguiu piorar mais ainda a vida dos maranhenses.

Em tempo: Flávio Dino aumentou impostos, perseguiu proprietários de carros e motocicletas em todo o estado.

E mais: aumentou a alíquota do imposto da Conta de Energia Elétrica, em 20%.

Pra fechar: aumentou o imposto sobre a gasolina para o maior do Brasil, os maranhenses pagam 30,5% sobre o preço do combustível.

F.U.I: aumentou tudo no governo Flávio Dino, empobreceu o povo e com a dor na consciência teve que abrir 100 Restaurantes Populares para o atender o povo que ele contribuiu para empobrecer.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!