segunda-feira, 11 de abril de 2022

Eliziane defende CPI contra evangélicos

 


A senadora evangélica Eliziane Gama defendeu, nesta segunda-feira, a instalação da CPI do MEC para investigar pastores e igrejas evangélicas.

“Há um fato determinado e pairam dezenas de dúvidas sobre negócios e possíveis esquemas ilícitos na confusão do MEC. Não só apoiamos a CPI do MEC como lutaremos para que ela seja instalada” afirmou a irmãzinha.

A posição de Eliziane Gama causou desconforto no meio evangélico. Milton Ribeiro, que seria o principal alvo da investigação, é pastor evangélico. Outros líderes evangélicos intermediariam a relação entre igrejas, prefeitos e o ministério da Educação.

Entre os anos de 2020 e 2021, Eliziane Gama recebeu R$ 20 milhões de orçamento secreto, mesmo se posicionando contra o governo Bolsonaro.

Será que a senadora pretende, além dos holofotes, chamar atenção do Palácio do Planalto com a posição contra os próprios irmãos em Cristo?!

Um comentário:

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!