quarta-feira, 16 de março de 2022

Reunião da Executiva do PTB definiu candidato que deve derrotar Flávio Dino na disputa pelo Senado

Reunião da Executiva Nacional do PTB definiu nomes que concorrerão a Senado no Maranhão 

A Executiva Nacional do PTB, em reunião realizada em Brasília, definiu os nomes que deverão desbancar a candidatura de Flávio Dino (PC do B / PSB), na disputa ao Senado Federal pelo Maranhão, daqui há exatos 200 dias, em 2 de outubro deste ano. A chapa está pronta e é liderada pelo ex-senador Pastor Bel, que disputará a vaga como titular, tendo como primeiro suplente o empresário maranhense, da cidade de Davinópolis,  Evandro Júnior e como segundo suplente, o advogado, também maranhense, da cidade de Açailândia, Dr. Silvio Vieira.

Pastor Bel é uma forte liderança no segmento evangélico, com trânsito livre nas duas maiores convenções das Igrejas Assembleia de Deus do Maranhão, CEADEMA e COMADESMA, que já lhe declararam apoio; é o líder sênior da Igreja Assembleia de Deus em Joselândia/MA; é ex-senador da República pelo Maranhão, assumindo o mandato há pouco mais de três anos, em 2018 e agora tenta diretamente a conquista da única vaga ao Senado no Maranhão.

Flávio Dino está rachado e com grande rejeição

Com um racha gigantesco entre as esquerdas maranhenses, e considerando que tanto Weverton como Brandão lançarão candidatos ao Senado, a unidade do segmento evangélico em torno da candidatura de direita em torno do Pastor Bel terá amplas chances de sair vitorioso na disputa, numa batalha direta contra o comunista Flávio Dino.

Com o fim do prazo para mudança partidária se aproximando, os políticos maranhenses estão correndo e se alinhando com partidos que melhor representam seus segmentos, principalmente com a possibilidade da polarização das eleições entre partidos de direita e partidos de esquerda.

Em tempo: o Pastor Bel está presente nos 217 municípios do Maranhão;

E mais: Flávio Dino conta com uma estrondosa rejeição nos 217 municípios do estado.

Pra fechar: por enquanto, faltando 200 dias para o pleito, Dino tem cerca de 40% de eleitores maranhenses que o apoiam e 60% que não votam de jeito nenhum no comunista.

F.U.I: restam apenas 2 semanas para o comunista Flávio Dino renunciar ao cargo de governador do Maranhão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!