sábado, 12 de fevereiro de 2022

Justiça suspende pesquisas suspeitas ligadas ao Palácio dos Leões

 


A Justiça Eleitoral suspendeu duas pesquisas de intenção de voto ligadas ao Palácio dos Leões. Os resultados das pesquisas dos institutos DataIlha e MBO seriam divulgados no domingo, 13, mas foram suspensos devido à suspeita de irregularidade nos levantamentos. 

Segundo o juiz André Santos, o Instituto DataIlha descumpriu requisitos legais definidos em resolução do TSE e na legislação eleitoral, como a indicação de todos os cargos a que se refere a pesquisa impugnada e assinatura com certificação digital do estatístico responsável pela pesquisa.  

Por conta dessas irregularidades, foi determinado que a pesquisa só será divulgada após a correção dessas falhas. Em caso de descumprimento da decisão, a multa foi estipulada no valor de R$ 25 mil. 

Já em outra decisão, a juíza Camilla Rose Ewerton Ferro Ramos determinou a suspensão da pesquisa do Instituto MBO por irregularidades nos dados do estatístico responsável pelo levantamento e também pela ausência de assinatura com certificação digital desse profissional.

A pesquisa da MBO foi contratada pela empresa Mapito Agronegócios do Nordeste LTDA/MAPITO, um comércio atacadista de soja com sede em Balsas. 

Informações do Marrapá. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!