quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Bomba! Relator da CPI esculhamba a Câmara e diz que vai abrir a "Caixa de Pandora" do transporte de São Luís

Relator afirmou ontem que falta tudo na Câmara e que vai mostrar os gastos do transporte público de São Luís

Relator da CPI diz que a Câmara não tem estrutura e diz que vai mostrar à sociedade, a Planilha de Gastos do Sistema de Transporte da Capital

O vereador Álvaro Pires (PMN), que é o relator da CPI que investiga o desmantelo do transporte público na Capital, durante a reunião da comissão nesta terça-feira (4), esculhambou de todas as formas  a Câmara Municipal de São Luís e escancarou que falta de tudo no Legislativo Municipal, reclamou da falta de estrutura à Comissão Parlamentar de Inquérito, que a Casa não tem internet mesmo gastando muito dinheiro com telefonia, falta de segurança e que o sistema de abastecimento de energia é precário.

O relator lembrou ainda, que é ele o responsável direto pela emenda que fixou o orçamento da Câmara em 4,5% (quatro e meio por cento), atrelado ao orçamento do Executivo, que vai garantir, somente neste ano de 2022, um repasse financeiro de R$ 115.181,991,00 (Cento e Quinze Milhões, e Cento e Oitenta e Um Mil Reais), à Câmara Municipal de São Luís.

“É muito complicado, nós que contribuímos com esta Casa do povo, estamos aqui trabalhando em pleno recesso, onde muitos estão curtindo as férias e nós estamos aqui, e ao chegar nesta Casa, nos depararmos sem o mínimo necessário para desempenhar nossas funções, isso é muito grave, e o pior ainda é saber que foi de minha autoria a emenda ao Orçamento da Prefeitura, que garantiu em mais R$ 115 Milhões, as verbas para esta Casa”, disse o relator Álvaro Pires.

O vereador afirmou ainda que a Casa não tem a mínima condição de continuar os trabalhos da CPI sem que haja mudanças efetivas na segurança e estrutura de trabalho.  

“Estou solicitando ao Executivo Municipal, que envie para esta Casa, a partir da próxima reunião da CPI, um efetivo mínimo da Guarda Municipal, e estou solicitando ao presidente Osmar Filho, que garanta estrutura e toda a segurança desta Casa Legislativa, uma vez que estamos jogados aqui neste plenário sem segurança, e sem a mínima estrutura para o trabalho da CPI”.

Ao final, o vereador Álvaro Pires, já indignado afirmou que vai abrir a “Caixa de Pandora”, com os números financeiros do transporte coletivo de São Luís.

“É inadmissível que nós vereadores membros desta CPI, não saibamos quanto custa o pagamento de um trabalhador, quanto custa uma peça  de reposição de um ônibus, de quanto custa a consultoria, a bilhetagem eletrônica, de quanto custa a planilha deste sistema – aqui todo mundo “acha” e não tem nada concreto, e eu vou mostrar cada centavo e cada número desta planilha”, finalizou indignado o relator da CPI.

Um comentário:

  1. Esse atual presidente para eleger a mãe dele em cajari acabou com a Câmara Municipal de São Luís.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!