segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Bomba! Membro do PC do B e aliado de Flávio Dino pode estar influenciando greve geral dos Rodoviários

Após greve dos rodoviários, políticos ligados ao governo Flávio Dino acamparam nas redes sociais para criticar o prefeito Eduardo Braide

Presidente de honra do Sindicato dos Rodoviários participa até de atos no governo Dino

Desde que surgiu a primeira movimentação paredista dos rodoviários de São Luís, que aliados do governador Flávio Dino (PSB), começaram a insuflar nas redes sociais, críticas ao prefeito Eduardo Braide (PODEMOS), sobre a greve geral dos trabalhadores, Márcio Jerry e Duarte Junior foram os primeiros a acamparem nas redes – até aí tudo bem, mas a crítica começou a cair por terra quando internautas denunciaram que o chefão por trás da greve é ninguém menos do que o PRESIDENTE DE HONRA DO SINDICATO DOS RODOVIÁRIOS, Isaías Castelo Branco, membro do PC do B, que apoiou diretamente o candidato derrotado do Palácio dos Leões, Duarte Júnior.

Isaías foi coordenador de campanha do deputado derrotado Duarte Júnior 
Pedido surreal

Enquanto servidores públicos e muitos prestadores de serviços estão sem aumentos salariais, desde que Flávio Dino tomou posse, há quase 8 (oito) anos. O sindicato dos rodoviários que tem identidade ligada ao Palácio dos Leões está condicionando a greve por causa de aumento de R$ 300,00 (Trezentos Reais) no salário + Ticket alimentação de R$ 800,00 e um Auxílio Creche de R$ 200,00 (Duzentos Reais), ou seja, um pedido que empregador nenhum no mundo irá ceder aos pedidos.

Há quase 8 anos Flávio Dino não concede aumento a servidores estaduais
Mas o que fica claro neste movimento grevista é que muitas trabalhadoras e trabalhadores rodoviários podem estar sendo usados com uma greve que está com cara de pressões políticas à gestão municipal do prefeito Eduardo Braide.

Os empresários de São Luís, que comandam o sistema de transporte coletivo na capital há pelo menos 40 anos, jamais vão ceder este pedido aumento desproporcional solicitado pelo Sindicato dos Rodoviários de São Luís.

Os motoristas e cobradores  

O certo é que com o quinto dia de paralisações os trabalhadores já começam a sentir que o movimento começa a perder força, principalmente por causa da população que está desassistida de um serviço essencial, por força que a greve é ilegal, haja vista que não cumpriu a regra geral de greve e também por estar descumprindo decisões judiciais. Além disso, chegou o final do mês, os trabalhadores tem que honrar com os seus compromissos com as contas que não param de chegar.

Em tempo: boa parte da população da Capital tem um salário muito abaixo do que recebem os trabalhadores rodoviários.

E mais: o movimento grevista não conta mais com o apoio da população de São Luís.

Pra fechar: pegou feio aos membros do governo Flávio Dino e o deputado estadual Duarte Júnior querendo pegar carona na greve para criticar o prefeito Eduardo Braide.

F.U.I: Os carrinhos lotação, as vans, motoristas de app’s e mototáxis aumentaram os preços da corrida – coisa de bandido, e justamente na hora que a população mais precisa.  

3 comentários:

  1. Não duvido de mais nada. Eles são capazes de tudo.

    ResponderExcluir
  2. Não havia pensado desta forma, bela observação.

    ResponderExcluir
  3. Dino,está com medo de Braide ser candidato ao governo do Maranhão e tirar Edivaldo Holanda que é lógico o candidato camuflado dele.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!