segunda-feira, 26 de julho de 2021

Único petista que defende aliança com Brandão, Lobato vai deixar presidência do partido no final deste ano

 

O ainda presidente do PT no Maranhão, Augusto Lobato, é voz cada vez mais isolada do petismo a defender a aliança do Partido dos Trabalhadores com o pré-candidato a governador Carlos Brandão, do PSDB. 

Em 2019, Lobato foi eleito presidente do partido por uma margem muita apertado, o que gerou muita discussão com acusações de anulações inelgais de votos, e, para evitar maior desgaste, durante o processo eleitoral ficou acordado que o mandato seria divido entre os dois candidatos à presidente: Lobato ficaria na presidência nos dois primeiros anos do mandato desta direção executiva estadual e Francimar Mello nos dois últimos. 

Assim, o mandato do auxiliar do governo Flávio Dino acaba no final do ano e quem vai comandar o processo das eleições será o novo presidente Francimar Mello. 

Como Lobato está isolado e sem o comando do partido, não haverá mais nenhum elo com alguma chance de colocar a legenda na chapa tucana. 

Todos os deputados do partido no Maranhão: Zé Carlos, Zé Inácio, Luís Henrique Lula; além do tradicional petista Márcio Jardim defendem aliança com a candidatura de Weverton Rocha (PDT). A direção nacional do partido também prefere ir com o pedetista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!