segunda-feira, 5 de julho de 2021

Lucas Porto é condenado a 39 anos de prisão pela morte da publicitária Mariana

 O empresário Lucas Leite Ribeiro Porto, acusado de matar a publicitária Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney, foi condenado, em júri popular, a 30 anos de prisão por homicídio com quatro qualificadoras feminicídio, asfixia, impossibilidade de defesa e ocultação de provas— e 9 anos de prisão por estupro, totalizando a pena de 39 anos de reclusão em regime inicialmente fechado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!