sexta-feira, 25 de junho de 2021

Brandão começa a montar secretariado

 

Ansioso para sentar-se na cadeira do governador Flávio Dino, o vice Carlos Brandão já articula nos bastidores a escolha dos nomes que devem auxiliá-lo a partir de abril de 2022. 

O ex-governador José Reinaldo Tavares, o ex-prefeito Luís Fernando Silva (São José de Ribamar) e o irmão de Carlos Brandão, Zé Henrique (ex-prefeito de Colinas) devem compor o principal núcleo de poder do Palácio dos Leões a partir de momento que Dino deixar o governo.

Luís Fernando Silva é tratado informalmente como o próximo secretário da Casa Civil. O ex-prefeito de Ribamar acredita ainda que indicará os nomes da Comunicação (Matias Marinho), Educação e Saúde (Tiago Fernandes e Eudes Sampaio). 

A Zé Reinaldo Tavares caberá a articulação política. Informalmente, o ex-deputado Rubens Pereira, o adjunto da Articulação Política, Fábio César, e o ex-titular da Secap, Ednaldo Neves, já atuam na costura de alianças do vice-governador. Entretanto, o fato de ter sido governador deve prevalecer em favor de Tavares. 

O irmão do vice-governador não esconde o interesse pelas áreas relacionadas a obras. As pastas de Cidades, Infraestrutura e de Mobilidade Urbana estão na mira de Zé Henrique.

Sarney Filho e Roberto Rocha também devem ter espaços no governo Brandão; o primeiro na área do Meio Ambiente, o segundo no comando da Gasmar ou do Itaqui.

Em tempo: É assim que Carlos Brandão começa a costurar o secretariado de seu governo tampão em busca de apoios políticos para concorrer à reeleição.

Um comentário:

  1. Como assim? Ja tá eleito? Ele tdm bola dd cristal?
    Alguém avise pra ele que vai ter voto auditável!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!