segunda-feira, 12 de abril de 2021

Operação Descalabro: Josimar Maranhãozinho movimentou R$ 15 Milhões em emendas para a saúde; metade foi para Zé Doca

Dos R$ 15,9 Milhões destinados por Maranhãozinho, R$ 7,7 Milhões foram parar no FMS de Zé Doca, administrado pela irmã do deputado

A Operação Descalabro, da Polícia Federal que ainda está apurando um esquema criminoso no Maranhão, que teria desviado recursos públicos, na área da saúde, por meio do direcionamento de licitações de cartas marcadas. Os recursos são oriundos das emendas parlamentares do deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL). De acordo com as investigações, a fraude pode ter gerado prejuízo de mais de R$ 15 milhões aos cofres públicos.

Segundo a PF, Josimar Maranhãozinho teria desviado dinheiro de suas emendas parlamentares à área da saúde, de abril a dezembro de 2020. O blog realizou um levantamento do montante enviado pelo deputado e constatou que foram enviados R$ 15.940,454,00 (Quinze Milhões, Novecentos e Quarenta Mil Reais), conforme mostra o infográfico abaixo.

Estamos apurando, que dos mais de R$ 15 Milhões das emendas parlamentares de Josimar Maranhãozinho, mais da metade, ou seja, R$ 7.735.481 (Sete Milhões, Setecentos e Trinta e Cinco Mil Reais) foram parar na conta do Fundo Municipal de Saúde - FMS de Zé Doca, que é administrado pela irmã do deputado, a prefeita Maria Josenilda Cunha Rodrigues, a “Josinha Cunha”.

Além das investigações da Polícia Federal, na Operação Descalabro, apuramos que boa parte dos mais de R$ 7 Milhões enviados pelo Ministério da Saúde ao Fundo Municipal de Saúde de Zé Doca foram gastos com empresas, coincidentemente ou não, que orbitam as administrações de prefeito aliados de Josimar Maranhãozinho.  As empresas ALMEIDA E LIMA LTDA - ME / 19.580.762/0001-32, ALMEIDA COSTA E CIA LTDA  26.220.441/0001-92 e C O DA SILVA MELO & CIA LTDA - ME / 22.105.176/0001-40 abocanharam boa parte do dinheiro que caiu na conta do FMS de Zé Doca.

A investigação da Operação Descalabro, que corre em segredo de justiça, mas que está sendo levantado pelo Blog, aponta que a dinheirama foi repassada às contas de fundos municipais de saúde dos m municípios de Tuntum, Zé Doca, Lima Campos, Miranda do Norte, Santa Rita, Santa Luzia, Fernando Falcão, Bacabal, Ribamar Fiquene, Aldeias Altas, Pirapemas, São Luís Gonzaga, São João Batista, Estreito e a prefeitura de São Luís, na gestão de Lula Filho que também foi alvo de uma outra operação da PF, que apontou desvios de dinheiro do combate da pandemia.

Ainda no meio desta semana vamos trazer mais uma matéria exclusiva com a relação das empresas que foram enviados os R$ Milhões dos fundos municipais de saúde, oriundo das emendas do deputado Josimar Maranhãozinho.

Um comentário:

  1. rapa iremos votar em laesio Bomfim acho que esse deputado não será candidato do presidente Bolsonaro.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!