sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Alheio à crise econômica que o Brasil atravessa, ao avanço descontrolado da pandemia do coronavírus e com a pressão aumentando pelo processo de impeachment contra Jair Bolsonaro (sem partido), o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) resolveu tentar agradar o presidente da República.


Via twitter, o maranhense escreveu nesta quinta-feira (28) que “aquele que assumir a presidência, tanto da Câmara quanto do Senado, estará comprometido com a pauta prioritária do governo Bolsonaro, que, além da reforma tributária, inclui a reforma administrativa, o pacto federativo, dentre outras reformas estruturantes”.


Deputado federal eleito e atual secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão (Secid), Márcio Jerry (PCdoB) questionou o apoio irrestrito ao presidente.


“Senador, a pauta prioritário do Bolsonaro é agredir a democracia, ofender jornalista, ajudar o coronavírus, atacar direitos dos trabalhadores, defender milicianos, entre outros graves e ilícitos cometimentos”, explicitou Márcio Jerry.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

2º Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores

Instituto Vladimir Herzog

ABRAJI

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook