quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Após aplicar golpes no Maranhão, “operador do ouro” tenta criar lobby para liberar dinheiro preso no Governo Federal

O operador Célio Sá, lobista do ramo da mineração, que já foi assessor especial da maior Cooperativa de Garimpeiros do Brasil, em Serra Pelada, após retornar ao Maranhão para tentar ser candidato a deputado federal em 2018, deixou um rastro de credores em todo o estado. Por causa disso, o Ministério Público Eleitoral e o Tribunal de Contas da União – TCU, cobram de Célio Sá de Sousa, a devolução do dinheiro do Fundo de Financiamento de Campanha Eleitoral, na ordem de R$ 70.000,00 (Setenta Mil Reais).

A mais recente empreitada de Célio Sá é articular pequenos garimpos na região do município de Curionópolis, por meio de uma nova cooperativa para movimentar junto ao TRF1, processos judiciais que estão para prescrever. A articulação de Célio e demais lobistas do ouro, inclusive com o aval de parlamenteares federais é a liberação de recursos financeiros (créditos) da Caixa Econômica Federal, relativos à venda das sobras de ouro, paládio e prata dos primeiros 400 lotes do garimpo de Serra Pelada. A ação contra a CEF, na se qual cobra cerca de R$ 400 milhões relativos às sobras da mineração.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

Assembleia Legislativa do Maranhão

2º Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores

Instituto Vladimir Herzog

ABRAJI

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook