terça-feira, 1 de setembro de 2020

Denúncias de abusos de autoridade religiosa se espalham pelo Maranhão 

 


O Brasil está a cada dia que passa se tornando um país de intolerantes em todos o sentidos, e no estado do Maranhão as coisas não são diferentes e surgem denúncias a todo momento de uma prática há muito tempo recorrente em período de eleições, os chamados “currais eleitorais evangélicos”, em que líderes religiosos obrigam os fiéis a votarem no candidato escolhido pela igreja.

Este abuso histórico chegou este ano ao Tribunal Superior Eleitoral - TSE e também ao Supremo Tribunal Federal – STF, e o Ministro Edson Fachin defendeu que candidatos à eleição que se valerem da religião para influenciar o voto de fiéis sejam enquadrados na prática de abuso de poder – definido hoje somente como político e econômico, mas o entendimento do ministro não foi acompanhado por seus pares.

E por não haver uma decisão das supremas cortes, jurídica e eleitoral, os abusos são recorrentes principalmente em cidades pequenas onde igrejas comandam os “títulos de eleitores” dos fiéis, como nestes áudios encaminhados ao Blog, na cidade de Pirapemas, no Maranhão, em que pastores e membros de igrejas ameaçam eleitores a votarem em quem os líderes religiosos fecharam acordos políticos. 

Clique abaixo no link e ouça!

Abuso de autoridade religiosa

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

2º Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores

Instituto Vladimir Herzog

ABRAJI

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook