segunda-feira, 27 de julho de 2020

Em conversa no grupo de WhatsApp dos moradores da península, bairro de classe média alta, o empresário  dono do " Bangalô Espettaria ", Flávio Dionísio,  afirmou que seu  empreendimento é voltado para os moradores da península.

De nome "Kanga Beach", o empresário afirma que encerra cedo seu negócio por causa de pessoas de outro lugar que frequentam a Praia conhecida como "Posto A", em um trecho ele afirma: " encerramos as 17hs justamente pq(sic) comecei a ver a demanda nada aceitável para os padrões sociais(sic)."
Em outro trecho ele faz uma revelação ainda mais grave, que orienta seus funcionários a fazer "SEGREGAÇÃO": 
" nossos garçons são orientados a atender ou não o cliente visto que o mesmo se encaixe em nossos padrões sociais (sic)... acredito e torço para que venha a ter uma separação natural do público(sic) mas."

Vale lembrar que a orientação desse ato de segregação, pode ser enquadrado no crime de razões de discriminação...

 Em tempo : não temos a intenção de prejudicar o empresário,  deixamos a disposição o blog para explicações...

57 comentários:

  1. Respostas
    1. Vai quebrar se encher o ambiente dele de farofeiros.

      Excluir
  2. Galera leva logo um frito, pede uma glacial gelada e coloca um reggae pra espocar!

    ResponderExcluir
  3. Por mim esse nunca mais vê meu pobre dinheirinho. E fiquem com a praia cagada de vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O empreendimento dele é pra ver rico dinheirinho, não o teu.

      Excluir
  4. Piada do dia:Não existe racismo no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Racismo? Existe sim, assim como pobre metido, querendo frequentar ambientes fora do padrão de vida dele.

      Excluir
  5. Logo esse, que não tem nem onde cair morto?
    Vive enrolado, não paga direito e nem mora naponta dareia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ele que teve um capital para investir não tem onde cair morto, imagino vc que nem capital tem para frequentar o ambiente/investimento dele.

      Excluir
  6. Eu tenho certeza que esse episódio foi um grande mal entendido, conheço Flávio e eu sei que ele nao faz diferença entre pessoas... é um cara do povo, veio de baixo e trabalha muito ...é um gerador de emprego e renda... um sobrevivente empresarial da pandemia e que faz de tudo para seus clientes e colaboradores serem bem atendidos. Tô contigo Flávio!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mal entendido? Um cara do povo? Não parece que faz tudo pelo seus clientes. Leva ele pra tua casa e compra um galeto e uma coca. Ah, não, coisa de pobre! Compra caviar e whisky!

      Excluir
    2. Então o repórter tá inventando imbecil...tu deve ser igual ele

      Excluir
    3. Kkkkk....poxa, Flávio é do povo para o povo.Foi engano mesmo ! Flávio é um comedor de mocotó do mercado central .

      Excluir
    4. Esses deve ser da msma laia preconceituosa.Querendo defender o indefensável.

      Excluir
    5. Deve ser da família e está tentando reverter a besteira que ele disse. Se f..... Vai vender marmita na praia agora

      Excluir
    6. E um safado isso sim

      Excluir
  7. Concordo com ele. Existe lugares para tudo. Lá é um lugar familiar. Tudo bem que é público, mas tem muita criança, é inadiável o que se ver na praia. O mesmo direito que tem um tem os outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E pq é lugar familiar não pode ter roda de samba? Não pode ter muitas pessoas? Quantos arrastões tiveram? Era só gente boa curtindo a vida. Faz o seguinte, faz uma casa da árvore e se muda pra lá.

      Excluir
    2. A Ponta d'areia sempre foi conhecida por essas coisas, agora que fizeram uns empreendimentos pra ricos, estão querendo fazer uma praia exclusiva.

      Excluir
    3. Esses ricos que só querem ser quando morre São os primeiro a feder

      Excluir
  8. Ora cidadão, se o ticket é médio alto, e tem demanda, atenda! O problema seria a falta de pagamento das taxas de consumação e etc. Limitar o atendimento para certo tipo de público não é certo, por mais que tenha sido a ideia inicial do empreendimento. Contudo, o dinheiro da classe C e D tem o mesmo valor do dinheiro das demais classes, se discorda, fecha o estabelecimento e atende delivery limitado a área que QUER atender. Com todo respeito, essa é uma bela atitude de filho da p*ta

    ResponderExcluir
  9. Ora cidadão, se o ticket é médio alto, e tem demanda, atenda! O problema seria a falta de pagamento das taxas de consumação e etc. Limitar o atendimento para certo tipo de público não é certo, por mais que tenha sido a ideia inicial do empreendimento. Contudo, o dinheiro da classe C e D tem o mesmo valor do dinheiro das demais classes, se discorda, fecha o estabelecimento e atende delivery limitado a área que QUER atender. Com todo respeito, essa é uma bela atitude de um filho da fruta.

    ResponderExcluir
  10. "nossos garçons são orientados a atender ou não o cliente visto que o mesmo se encaixe em nossos padrões sociais (sic)... acredito e torço para que venha a ter uma separação natural do público(sic) mas." É por coisas como essa que a pessoa se suja. Pode até ter todo dinheiro do mundo, mas a sociedade nao aceita esse tipo de coisa.

    ResponderExcluir
  11. Um cara desse tem que quebrar, pra aprender respeitar as pessoas, vai QUEBRAR!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tô nem pra esse cara... Não faço a mínima questão de ir pra península não tem não de agradável lá
      Lá não tem um bom mocotó, não uma proponha crocante, não um sarrabulho de primeira, não uma boa farofa de ovo kkkk não tem uma boa cachaça como tem no bar do seu débil
      Então não sei o que esse povo vai fazer lá
      Eu quero é que se lasquem pra lá

      Excluir
    2. Se tu não tá nem aí pra ele que tem um certo poder aquisitivo, imagine ele pra ti, que é um lascado e frustado/complexado!

      Excluir
  12. Meu amigo Dumbão tinha R$ 250,00 para gastar, mais la só poderia sentar na mesa com um gasto a partir de R$ 300,00, assim o garçon explicou.
    kkkkkk parece piada, porém não é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá é um ambiente para pessoas que têm dinheiro, não trocado.

      Excluir
  13. Investir em algo para fornecer um ambiente agradavel e com qualidade e ver seu estabelecimento ser invadido por pessoas sem noção, barulhentos, indisciplinados, ou que poluem o ambiente ao redor fazendo xixi na rua, com som alto e falando aos berros? Sua liberdade de expressão termina onde começa a minha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta cheio de bosta e xixi nas aguas . Rsrs

      Excluir
    2. MERDA E MIJO QUE SAI DOS ORIFÍCIOS DOS PRÓPRIOS MORADORES DE MERDA DA PENÍNSULA...SE POUPE, MINHA SENHORA!!

      Excluir
    3. Concordo plenamente. O cara abriu o negócio para um certo público, que tem dinheiro para gastar, não trocado. Afinal ele investiu alto para ganhar bem. Agora, receber um cliente lascado, que frequenta o lugar sem consumir nada, só para tirar de bacana, ocupando o lugar de quem poderia consumir/gastar e dar lucro ao proprietário. Ora rapá! Me compra um bode. Procura o teu lugar. Eu não frequento um ambiente fora do meu padrão de vida. Eu sei onde entro.

      Excluir
  14. Empresario Flavio, conheço ali do Bangalo, Empresario sobrevivente da pandemia, tem preço justo no seu restaurantes, nada haver crucificá-lo dessa forma ainda mais por pessoas que nem o conhece, Grande Flavio vou levar minha família pra comer churrasco no Bangalo. 👊🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita e leva ele pra tua casa depois.. põe pra dormir na tua cama e chupa ele.. hipócrita..

      Excluir
  15. Deve ser da família e está tentando reverter a besteira que ele disse. Se f..... Vai vender marmita na praia agora

    ResponderExcluir
  16. Pessoal de São Luís que não é da "península" hahaha, favor façam roda de samba de novo, levem farofa de ovo com calabresa, são braz e muita
    Cerveja que vai ter pagodão sim!!
    E toquem muito "ela tá dançando e o pimpolho da olho". Esse povo medíocre da península vai surtar 😂😂😂😂

    ResponderExcluir
  17. Triste ponto de vista, você está longe de ser um empreendedor de sucesso.

    ResponderExcluir
  18. Então ele tira a churascaria dele la do baramar por que não e penisula..kkkk

    ResponderExcluir
  19. Esse país cada vez mais ridiculo esse ai deve ser um empresario sonegador de impostos deve nem.pagar seus funcionários, direito, realmente esse país mostrando sua cara essa classe que é totalmente dependente do proletariado , a se essa classe entendesse o seu poder e sua força , essa burguesia ta ferrada..

    ResponderExcluir
  20. Louco,nunca vai ser um empresario de sucesso em São Luís...desde já. Não irei mais E vou aconselha minha família nao ir nunca...q isso cara ..para com essa visão racista...sou rico mais não vejo asim não...acho q o mesmo dinheiro da classe a b c d são as mesmas merda ,seu burro

    ResponderExcluir
  21. POR MIM JA TINHA QUEBRADO ESSA RAÇA PARENTE DE POLITICO SAO TUDO PILANTRAS

    ResponderExcluir
  22. Absurdo esses comentários que fazem sobre um empresário e homem de bem. Conheço o Flávio e sei que ele não é o tipo de pessoa que estão atribuindo a ele. As pessoas perderam a noção de respeito e como empresários maldosos podem denegrir a imagem de uma pessoa ou negócio. Ele não merece isso. Os restaurantes dele são maravilhosos e enriquecem São Luis, acessíveis a todos e com ótimo atendimento.

    ResponderExcluir
  23. Única coisa que eu sei quer samos todos iguais não importa que samos negos ou pessoas de classes baixar o meu sangue e vermelho tenho certeza que o sangue de um rico tbm é vemelho

    ResponderExcluir
  24. E muita sacanagem! em pleno século XXI
    Ainda temos quer viver com pessoas preconceituosas se não quer para o público ir em seu restaurante ...mude de ramo, pois se vc não preza seus clientes em plena pandemia mundial ...só lamento..." Viva liberdade de expressão"

    ResponderExcluir
  25. Além de desumano preconceito e discriminação é crime... "Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional."

    "Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

    Pena: reclusão de um a três anos e multa. Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9459.htm

    ResponderExcluir
  26. Um peste desse era pra ser era preso por discriminação

    ResponderExcluir
  27. Arombouse #tiringa isso e uma infilicidade homi (#comotiringafala)

    ResponderExcluir
  28. Isso é para vcs deixarem de ser bestas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o que seria dos expertos se não fossem os bestas? 🤷‍♂️

      Excluir
  29. Isso tem cara de ser um farofeiro do c****!
    Boa sorte no seu negócio que aparentemente não vai adiante.
    E mais uma coisa...
    "Tu ta muito gracista, talvez tu queira!"
    Seu dinheiro e sua arrogância deve ser enterrado com vossa senhoria.

    ResponderExcluir
  30. Tem que ver quais empresários mais fazem parte desse grupo de Whatsapp do Flávio, pois não somente ele está querendo segregação ,nota-se que ele está respondendo e apoiando a crítica de todos ao falar:"...concordo com todos aqui no grupo." Ou seja,todos preconceituosos.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

2º Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores

Instituto Vladimir Herzog

ABRAJI

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook