Assembleia Legislativa

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Pagamento da montagem e desmontagem da passarela do samba será feito pelo IMCEL, estima-se que o valor será de R$ 700 mil
Como todos os anos, a empresa Construmaq Eireli-EPP, desembarca um monte de ferro velho recondicionado e demais materiais, para montar a passarela do samba, no aterro do Bacanga em São Luís.
Mas como nos anos anteriores, a empresa que monta a estrutura, não mais recebe dinheiro via “licitação” da Secretaria Municipal de Cultura, comandada há anos por Marlon Botão (PT).
Agora o dinheiro vem do Instituto Maranhense de Cultura, esporte e lazer – IMCEL, e da empresa Fênix produções, que é dá mesma pessoa, o Carlos Junot, esta última empresa é que ficará a confecção e execução do “Projeto Carnaval de Passarela 2019”. Responderá também, conforme Contrato, com a logística, estrutura e sonorização.
Os valores milionários já foram empenhados e o Carlinhos já está ‘tocando’ em frente os preparativos, mesmo com o Ministério Público do Maranhão na cola do secretário Marlon Botão, uma vez que já iniciou procedimentos para a suspensão deste dinheiro. Reveja aqui
Em tempo: como o pagamento da montagem e desmontagem da passarela do samba é feito pelo IMCEL, estima-se que o valor a ser pago será de R$ 700 mil.
E mais: o montante a ser repassado ao Instituto de “Carlinhos” será de R$ 3.152.455,36 (Três Milhões, Cento e Cinquenta e Dois Mil e Quatrocentos e Cinquenta e Cinco Reais e Trinta e Seis Centavos).
Pra fechar: toda esta dinheirama gasta será para utilizar a estrutura por apenas 5 dias.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

ABRAJI

Parlamento Estudantil

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Instituto Vladimir Herzog

Sarará Grill

Sarará Grill
Encontro de amigos com Churrasco, Futebol e Cerveja

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook