Publicidade

Publicidade
segunda-feira, 16 de abril de 2018

O mundo do samba ficou mais triste na noite desta segunda-feira (16/4). Morreu, aos 97 anos, no Rio de Janeiro, Dona Ivone Lara. A cantora estava internada em um hospital particular do Leblon e tentava se recuperar de uma anemia, mas não resistiu.
Além do legado musical, ela entrou para a história como a primeira mulher a compor uma letra para escola de samba-enredo, em 1965. Foi ao som de Os Cinco Bailes da História do Rio que a Império Serrano desfilou no Carnaval que homenageou os 400 anos do Rio.
Sucesso:
Ao longo da carreira, Dona Ivone Lara colecionou sucessos. O mais estrondoso deles, que atravessou gerações e ainda permanece no auge é Sonho Meu, uma composição dela em parceria com Décio Luiz. Pela voz dela, outros sambas caíram na boca do povo, como Acreditar, Tiê, Tendência, Sorriso Negro e tantas outras.
Maria Betânia, Clara Nunes, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Diogo Nogueira, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Vanessa da Mara, Teresa Cristina, Leci Brandão, Paulinho da Viola e Alcione estão entre alguns dos músicos que gravaram canções compostas pela também chamada de “Diva do Samba”.
A popularidade de Dona Ivone no Brasil chegou aos quatro cantos do mundo e Dona Ivone Lara se apresentou na África, nos Estados Unidos (EUA) e em alguns países da Europa.

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

Sarará Grill

Sarará Grill
Encontro de amigos com Churrasco, Futebol e Cerveja

Auto Escola Positivo

Auto Escola Positivo

Facebook

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com