DIRETO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

quinta-feira, 12 de abril de 2018


Decisão provocou racha e a maioria dos vereadores ligados ao chefe do legislativo esvaziam plenário para trancar pauta que iria apreciar projetos do executivo “
O vereador Pedro Lucas Fernandes(PTB), usado pelo deputado Weverton Rocha e pelo prefeito Edivaldo Júnior, entrou com uma liminar no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) para que uma eleição irregular da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís seja realizada ainda este mês.
De acordo com as informações, a medida cautelar proposta pelo parlamentar, tem como objetivo impedir que o judiciário venha suspender a obrigatoriedade de realização do pleito, baseado em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) que considera inconstitucional artigo da Lei Orgânica que prevê a proibição da reeleição na Casa e ainda a obrigatoriedade de realizar a escolha dos membros da mesa no mês de abril em anos eleitorais.
Segundo apurou o blog, a ADIN foi impetrada pelo PSL, cujo presidente é vereador Francisco Carvalho. Na ação, o partido questiona a possível eleição da Mesa este mês, alegando que a lei que proíbe reeleição na Casa não obedeceu ao interstício que a legislação determina. A ADIN tem como relator o desembargador Jamil Gedeon.
TRAIÇÃO CONTRA ASTRO
O questionamento de Pedro Lucas ao pedido, feito pelo partido de Chico Carvalho, é uma traição da dupla de Weverton Rocha, pré-candidato ao Senado e Edivaldo Júnior, ao vereador Astro de Ogum que tem sido um aliado inegável dos dois.
A atitude do petebista é também a demonstração mais clara de que o chefe do executivo, apoiado pelo presidente estadual do PDT, resolveu mesmo apostar todas as suas fichas na candidatura do vereador Osmar Filho, que desde o início de 2016 trabalha para comandar a Câmara.
A estratégia de usar Pedro Lucas foi exaustivamente pensada, pois dos integrantes do grupo que apoia Osmar, Lucas é o que está numa posição mais confortável, pois ainda comanda, pelos bastidores, a Agência Executiva Metropolitana (AGEM), e deverá herdar as bases do pai – deputado federal Pedro Fernandes – na disputa por uma vaga na Câmara Federal, com grandes possibilidades de ser eleito. Ou seja, na cabeça de Weverton e Edivaldo, o desgaste com Astro de Ogum, seria maior se o pedido fosse feito por outro integrante do grupo, bem ao modus operandis da dupla.
CRISE SEM PRECEDENTES
O problema é que ao convencer Pedro Lucas a assinar a cautelar, Weverton e Edivaldo acabaram inflamando ainda mais a crise política na Casa. O embate direto entre Legislativo e Executivo atingiu temperatura máxima nesta quarta-feira e criou um clima de tensão, até então inédito nos bastidores da política municipal, ao ponto de, os vereadores ligados ao presidente Astro de Ogum, acabaram por esvaziar o plenário e impedindo assim a apreciação de alguns projetos encaminhados pela prefeitura. Um deles, um dos mais importantes, foi a autorização para o executivo contrair um novo empréstimo no valor de 100 milhões de reais, onde o presidente, Astro de Ogum, não mediu esforços para aprovar, semelhante ao que fez com o de R$ 250 milhões, aprovado no final de dezembro do ano passado.
Fonte: Alan Ramalho

3 comentários:

  1. Muitas especulações mas nada ainda de concreto só algumas noticias querendo denegrir a imagem do prefeito

    ResponderExcluir
  2. nada de anormal a, estão tenteando entrar em concenso para a indicação.

    ResponderExcluir
  3. Crise na canara? Balela jaja todos estão fumando o cachimbo da paz

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!!! Continue conosco!!!

Instituto Vladimir Herzog

ABRAJI

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres Sem Fronteiras

Sarará Grill

Sarará Grill
Encontro de amigos com Churrasco, Futebol e Cerveja

Cotação do Dolar

Perfil

Contatos: 98 9121-1313
Whastapp: +55 98 9121-1313
Email: blogdofilipemota@gmail.com

Facebook