0

Vocalista do grupo Fundo de Quintal morre no RJ

image

Morreu na manhã deste domingo (29) Mário Sérgio, vocalista do grupo Fundo de Quintal. Ele estava internado há seis dias em um hospital de Nilópolis, na Baixada Fluminense, para tratar um linfoma. Mário Sérgio tinha 58 anos e também era cavaquinista do grupo que surgiu a partir do bloco Cacique de Ramos e é um dos mais antigos do País.

No Facebook, o grupo Fundo de Quintal informou que “com pesar” o falecimento do “amigo e parceiro Mário Sérgio”. O Cacique de Ramos se manifestou através de nota e informou que “em respeito à dor da família, a roda de samba do Cacique de Ramos, que aconteceria na noite deste domingo, foi cancelada”.

Depois de 18 anos no grupo, o vocalista passou cinco anos fora do grupo, e retornou em 2013. Ainda não há informações sobre o velório e enterro.

Nas redes sociais, amigos e fãs se manifestam pela morte. “Que Deus possa receber esse ser de muita luz, com a sua infinita graça e amor… descanse em paz!”, disse uma amiga. “Mais um bamba que vai se juntar à constelação do Samba, que papai do céu te receba de braços abertos!”, publicou outro amigo.

“Obrigado do fundo do nosso quintal, vá em paz”

0

Escândalo!!! Flávio Dino gastou meio milhão com jatinho no dia do impeachment

Atenção Ministério Público do Estado do Maranhão, o governador Flávio Dino (PC do B), pagou à empresa Heringer Taxi Aéreo, exatamente no dia em que o Senado aprovou a instauração do processo de impeachment e o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

O comunista, de acordo com o portal da transparência do governo estadual autorizou o pagamento de R$ 461.024,60 (Quatrocentos e sessenta e um mil reais), por meio da nota de empenho 2016NE00099 e ordens bancárias de números: 2016OB0267 e 2016OB0268 do dia 11 de maio.

O que se pode observar é uma verdadeira sangria dos cofres públicos, já não bastasse o governador não conseguir um investimento ao estado por parte do governo federal e ainda gastar o erário para tentar reverter o quadro da ex-presidente.

Os desembolsos à Heringer já chegam a quase R$ 3 milhões, apenas nos cinco primeiros meses deste ano, o caso ganhou repercussão depois de o Blog do Gilberto Léda revelar que enquanto a empresa de táxi aéreo já recebeu toda essa grana, a Central de Hemodinâmica de Imperatriz, que funciona no Hospital São Rafael, precisou suspender os exames que fazia pela rede pública por falta de pagamento. ISSO É UM VERDADEIRO ESCÂNDALO!!!

P TRANSFERENCIA 1

0

Samba é na Casa de Iaiá

Neste sábado (28), que antecede a apresentação de MARQUINHO PQD, sigamos FIRMES e FORTES pra NÃO deixar a CORRENTE QUEBRAR na certeza de MUITA DIVERSÃO, fazer AMIGOS e ouvir BOA MÚSICA. Então, IAIÁ que ver “Todo Mundo No Samba”.  Na rua do Feijão de Corda no Olho D’água.

Macaé

‪#‎SambaDeIaiá‬
‪#‎TodoMundoNoSamba‬
‪#‎SomosTodosDeIaiá‬

6

Flávio e Edivaldo mandam o Batalhão de Choque para cima dos professores

Choque 2

Choque

Aconteceu mais uma vez, e ocorrerá quantas vezes julgarem necessário, o batalhão de choque da Polícia Militar do Maranhão, comandados pelo governador Flávio Dino (PC do B) e Edivaldo Holanda Júnior (PDT), impediu que os professores grevistas fossem reivindicar às portas do Palácio dos Leões e La Ravardière, na ultima quarta-feira (25), a categoria luta em benefício de melhorias na infraestrutura de escolas, incentivo na educação e a implantação do Piso Salarial da categoria, negados pelos gestores estadual e municipal.

O governador ordenou também, que a diretoria do SINPROSSEMMA se escondesse nos porões do Palácio dos Leões e nem o pré-candidato a vereador de São Luís, Julio Pinheiro (PC do B), por lá apareceu para defender a classe.

Nem protestos pacíficos e ordeiros o governador Flávio Dino aceita, já mandou soltar bombas e tiros contra manifestantes da Vila Nestor e agora, pela segunda vez dá ordens para o choque dispersar professores.

2

Aliança entre PSDB e PPS clareia cenário na corrida à prefeitura de São Luís

Candidatos SLZ

A aliança entre o PSDB e o PPS na corrida sucessória ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT), começa a clarear quem de fato serão os candidatos à cadeira do Palácio de La Ravardière. Com o acordo entre ambos partidos, o ex-prefeito João Castelo (PSDB), dá um tiro certeiro no atual prefeito, e sua reeleição fica mais incerta, uma vez que, Eliziane e Castelo juntos podem vencer a eleição ainda no primeiro turno.

O tiro de misericórdia estará realmente dado, caso também o PSB, de Roberto Rocha, que parece que vai mesmo comandar a sigla no Maranhão, venha fechar questão em torno de Gama, este é o sentimento do senador.

Juntos, PSDB, PSB e PPS, não só aniquilam, Júnior, como também mandam um duro recado ao governador Flávio Dino (PC do B).

Restam agora, outros nomes que estão na disputa, como Fábio Câmara (PMDB), Wellington do Curso (PP), Rose Sales (PMB), João Bem-te-vi (PHS) e um outro candidato da ultraesquerda.

Fábio Câmara, que é o menor em rejeição na pesquisas até agora, e com ascendência ao crescimento na casa dos dois dígitos, pesa a seu favor, o engajamento da ex-governadora Roseana Sarney e um possível apoio do presidente da República, Michel Temer. Fábio contaria com o apoio das siglas que orbitam o grupo Sarney, tais como PV, DEM, PR, PSC, PRTB, PSL, PTN, PTB e PT do B, embora, seus líderes partidários municipais já tenham conversas e articulações já bem adiantadas, estaria em jogo um novo caminho e propostas de espaços mais significativos num eventual governo.

Wellington do Curso, vem ocupando espaços na mídia nas comunidades, criou um importante programa o “gabinete móvel”, que proporciona ouvir pessoalmente os reclames das comunidades tão mal assistidas pela atual gestão. Pesa em favor de Wellington, o não atrelamento a políticos tradicionais, já bem desgastados pelo tempo e na próprio população, este pode ser o divisor de águas na candidatura de Wellington, que tal como Fábio, tem pouca rejeição e vem pontuando significativamente nas pesquisas.

Rose Sales, ultimamente, tem sumido dos holofotes da imprensa, talvez por questões partidárias, em que a candidata teve um duro caminho para encontrar uma sigla que lhe garantisse a sua candidatura, ela saiu do PC do B, pousou no PP do enrolado Waldir Maranhão, depois foi ao Partido Verde e por último, pretende ser candidata pelo Partido da Mulher Brasileira – PMB. Aguerrida, Rose tem um apelo popular abrangente e pode também pontuar positivamente durante a campanha eleitoral.

João Bem-Te-Vi, talvez seja o candidato de maior currículo acadêmico nesta eleição, porém, em política, este não é o parâmetro classificatório, vale mesmo é o voto. João vem fazendo sua campanha passo a passo e boca a boca, e se conseguir utilizar as propostas e discurso coerente, poderá ser um bom gestor para São Luís. O PSOL, PSTU e PCB, discutem uma agenda unificada para lançar um candidato, os nomes que podem surgir são do ex-vereador Joberval Bertoldo (PCB) e Valdenir Barros (PSOL).

Deixamos para falar do atual prefeito, que pretender ir à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), por último por se tratar de um caso explícito de como o discurso ensaiado e a retórica teórica, pode atrapalhar um gestor. Com propostas mirabolantes e digna de quadrinhos infantis, Júnior foi prometendo tudo que seus aliados o diziam, hospitais gigantescos, elevados, avenidas, asfaltamento, escolas, leite, VLT e dentre outras muitas promessas que não poderia cumprir, chega ao final de seu mandato, com uma rejeição estratosférica, muito próximo à casa dos 70%, e especialistas afirmam que quando um gestor chega este patamar é irreversível, muito também pelo fato de não ter o que mostrar no horário eleitoral e durante a campanha. Faltou e falta ao atual gestor de São Luís, PROJETO.

Administrar uma capital com 1,5 milhão de pessoas (afirmamos isso porque São Luís não está sozinha, existem outros três municípios ligados a ela que demandam), diariamente de serviços essenciais e para isso, requer projetos que vão desde a infraestrutura até meio ambiente, da saúde à educação e para isto acontecer e não ficar apenas no papel é preciso ouvir a comunidade, ouvir especialistas e achar uma solução, e quem apostar apenas em discursos de efeitos e inflamados, apontando os erros do passado, não vai conquistar o eleitorado ludovicense, cada vez mais consciente e exigente.

Portanto, hoje é sexta-feira, 27 de maio de 2016, e faltam apenas 19 semanas para a eleição, ou, 128 dias como melhor lhe convier.

1

Delator na Lava-jato, Sérgio Machado envolve governadores eleitos

Em transcrições divulgadas com exclusividade pela Folha de São Paulo, o ex-presidente da TRANSPETRO, revelou que praticamente toda a classe política brasileira cairá se as investigações da Operação Lava-jato não forem seletivas

Sergio Machado

Um dos trechos das gravações que o próprio Machado fez por meio de conversas com lideranças do Congresso Nacional, chamou bastante a atenção deste Blog, a questão do governadores eleitos nos 27 estados da Federação.

Se as investigações avançarem, não escapa ninguém de nenhum partido. Do Congresso, se sobrar cinco ou seis, é muito. GOVERNADOR, nenhum”, garantiu Machado.

Este Blog vem levantando esta questão desde que a Folha elencou os 19 governadores que foram financiados em suas campanhas, com DINHEIRO das empreiteiras envolvidas na investigação da Lava-jato, em que seus sócio-empreiteiros presos, já garantiram que TODAS as DOAÇÕES aos governadores foram PROPINAS, intermediadas pelos partidos e figuras políticas para obter vantagens no eventual governo, como afirmou o Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia.

No Maranhão, o então candidato ao governo, Flávio Dino (PC do B), FOI FINANCIADO pela UTC e OAS, os pagamentos foram feitos por meio de cheques, pelas empreiteiras às vésperas da eleição de 2014. As doações foram REGISTRADAS e PRESTADAS CONTAS ao Tribunal Superior Eleitoral. Conforme infográfico, abaixo, extraído do site do próprio tribunal.

Doações a governadoresContas-FD-21

 

Se a Operação Lava-jato, não for mesmo seletiva, como parece não ser, os governadores eleitos de fato prestarão depoimentos para saber o “Modus Operandi”, de tais doações terem abastecidos suas campanhas e a troco de quê.

Estas questões deverão ser esclarecidas nas próximas ações da Operação, que está prevista para ultrapassar a casa da centésima operação.

 

0

Avanços: Governo atende solicitação de prefeito e recapeia estrada em Anajatuba

Desde que assumiu o comando do Executivo, em outubro do ano passado, por força de uma determinação judicial, o prefeito não vem medindo esforços para melhorar a qualidade de vida dos anajatubenses, e em apenas 07 meses de administração, várias ações já melhoraram, consideravelmente, as condições de vida da população.

Atendendo pleito do prefeito de Anajatuba – Sydnei Pereira – o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura – vem realizando o recapeamento asfáltico da MA/324, que liga a BR/135 a sede do município. “Essa obra foi recebida com muita alegria pelos nossos conterrâneos, por isso agradecemos o apoio que estamos recebendo do governador Flávio Dino, já que sem a ajuda do governo, certamente, neste momento de crise, não seria possível a realização do serviço, ”, afirmou Sydnei.

“Estamos trabalhando com intuito de melhorar a saúde, educação e infraestrutura na nossa cidade, e muito embora tenhamos consciência do muito que já foi feito, como a revogação da lei que congelava o salário dos professores, pagamento do salário mínimo ao magistério acima do piso nacional, distribuição de mais de quatro milhões de litros de água potável em todos os povoados, os quais sofriam com falta d´água, aquisição de mais uma ambulância, realização de ações sociais direcionadas aos idosos, crianças, mulheres, contratação de vários profissionais da área da saúde, sabemos que ainda muita coisa ainda precisa ser feita”, pontuou o prefeito.

No próximo dia 22 de julho, quando a cidade estará completando 162 anos, uma vasta programação será desenvolvida pela Prefeitura. Na programação, entre outras coisas, várias inaugurações serão realizadas. “Estaremos inaugurando 03(três) Unidades Básicas de Saúde, 03 poços dos 18 que estão sendo construídos, 02(duas) pontes e, ainda, 03(três) aterros, os quais irão permitir a interligação entre povoados como São Miguel, Cangapara, Lindosa, Acutinga e outros”, finalizou.

image image image

0

CNJ pede afastamento de titular de cartório de São Luís de forma arbitrária

Em decisão considerada arbitrária, a ministra corregedora Nancy Andrighi, afastou o titular do Cartório do 1° Ofício de São Luís, Ricardo Gonçalves, após um encontro com o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Cunha, na cidade de Timon.

A canetada foi dada sem, ao menos, ouvir o titular do cartório e seus advogados. O blog foi informado que até o momento as partes envolvidas não estão conseguindo ter acesso aos autos. Agora pela manhã, policiais do TJ já estão na frente do cartório (foto abaixo), com ordem judicial de impedir a entrada de Gonçalves no local.

A briga pelo cartório não vem de hoje. Se arrasta há vários anos. E se agravou quando o então corregedor de Justiça, Cleones Cunha, começou a travar uma luta para derrubar o titular do cartório.

Agora, já na condição de presidente, ganhou a força da Anoreg (Associação dos Notários e Registradores dos Estado do Maranhão), que passou a fazer uma série de denúncias infundadas contra a atual gestão do Cartório do 1° Oficio de São Luís ao Tribunal de Justiça do Maranhão e por último ao CNJ.

Alegando crise naquele poder, o presidente não esconde que prefere ter uma gestão compartilhada para que o cartório possa repassar, além do percentual a que tem direito o Fundo do Judiciário, mais recursos que seja usados nas demandas do TJ.

O cartório se modernizou na gestão de Ricardo Gonçalves, saindo da era jurássica para a tecnologia de ponta. Por isso, chegou a ganhar prêmios, inclusive nacionais.
Além de gerar emprego pra mais de 60 pessoas, o que deve ser avaliado é o “porquê” de tanto interesse Nesse cartório, agora é esperar o desenrolar das questões, o que deve ser levado em consideração é a questão de como o cartório evoluiu nesse últimos anos.

image

0

A Cultura do Maranhão de luto: Morre Papete aos 68 anos

 image

Considerado o melhor percussionista do mundo, por vários anos, o músico e cantor José de Ribamar Viana (Papete) morreu ontem em um hospital de São Paulo. Ele foi vítima de câncer de próstata e tinha 68 anos.
Papete era engenheiro ambiental, mas desde cedo sempre se dedicou à música, buscando a descobertas de novos ritmos e sons variados. Ele nasceu em Bacabal e morou por muito tempo no Rio de Janeiro, onde sempre foi requisitado para acompanhar na percussão vários artistas e banda de renome.

Depois Papete voltou ao Maranhão, onde permaneceu gravando e cantando as músicas de compositores da terra ligadas ao nosso folclore.
“A percussão de Papete não parou apenas deu uma cessada, pra cantar e encantar agora lá no céu”, voltaremos com mais informações sobre a cerimônia fúnebre a qualquer momento.

image

0

Deputado Wellington inaugura “Gabinete Móvel”

A coragem para ouvir e a determinação típica do deputado estadual Wellington do Curso (PP) o fez inaugurar, na tarde desta terça-feira (24), durante durante deslocamento para participar de uma audiência que aconteceu em Bacabeira, o “Gabinete Móvel”. O objetivo é levar para junto da comunidade, nos bairros periféricos da cidade, as ações do deputado Wellington, ouvindo as principais reivindicações da comunidade.

“Ouvir a população é o que nos motiva a cobrar e a fiscalizar. Por isso, com o Gabinete Móvel queremos percorrer bairros e, assim, os municípios de nosso Maranhão. O que queremos é ouvir os anseios daqueles que não conseguem ir até à Assembleia Legislativa. Além de ouvir, pretendemos encaminhar as reivindicações da população e, assim, cobrar e fiscalizar o cumprimento de direitos.”

Ao ser questionado sobre a inédita ideia referente ao Gabinete Móvel, Wellington enfatizou a participação popular que, para ele, é essencial em uma atuação política independente. Ressaltou ainda, que ir ao encontro do povo não significa somente pedir votos, mas conhecer e conviver com a realidade diária do povo, além de buscar soluções para os problemas da coletividade.

“Para mim, a população deve ter pleno acesso aos políticos que escolheram. Sempre pensei assim. Antes mesmo de ser deputado estadual. Logo após a eleição eu retornei para agradecer a confiança e o mandato a min confiado. Como parlamentar, tenho hoje a certeza do quão importante é participação da população em nossas ações. O nosso gabinete, na Assembleia, está sempre de portas abertas, mas eu e minha equipe percebemos que é preciso fazer mais… é preciso ouvir quem também sequer consegue chegar à Assembleia. Foi assim que surgiu a ideia do Gabinete Móvel: para ouvir também aqueles que hoje estão distantes do Parlamento. Com isso, estamos aprimorando nossas ações, dando vida e voz ao nosso mandato popular.”, afirmou.

COMO FUNCIONA O GABINETE MÓVEL?
O Gabinete Móvel consiste em uma van em que o deputado Wellington e sua equipe percorrerão bairros da capital e de demais municípios do Maranhão. Nessa van, há uma espécie de “sala de atendimento” que será direcionada à população, a fim de receber denúncias, solicitações e, posteriormente, transformá-las em proposições na Assembleia Legislativa.
O Gabinete Móvel possui uma agenda que será previamente divulgada. Para solicitar a visita, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Equipe WC através do número (98) 99911 0011 e justificar a solicitação.

image

image